MICROGERAÇÃO EM AMBIENTES URBANOS SENSÍVEIS

Este projeto assenta na evidência que a produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis como o sol ou o vento está limitada à disponibilidade do recurso, não sendo controlável. Desta forma, a utilização de sistemas integrados é mais favorável à produção contínua do que os sistemas isolados. Esta linha de investigação tem como principal objetivo estudar a viabilidade tecnológica e económica de sistemas integrados de modo a otimizar os recursos renováveis utilizados na produção de energia elétrica. 

Assim, propõe-se construir uma unidade piloto com integração de vários sistemas, permitindo que a energia produzida com base em fontes renováveis seja armazenada sob a forma de hidrogénio. A otimização destas unidades permitirá a sua utilização para fins múltiplos associados ao consumo de energia nas formas de eletricidade e calor, para aquecimento de águas sanitárias e ambiente.

 As múltiplas valências associadas a uma dimensão reduzida, permitirão a sua fácil integração em ambientes urbanos sensíveis, em instalações descentralizadas, próximas dos consumos, apoiando estes em complemento dos sistemas tradicionais. Dependendo do perfil de consumo, o dimensionamento destas instalações pode prever a satisfação plena dos consumos em algumas vertentes.

 Este projeto é co-financiado pelo INAlentejo e no âmbito do Programa Estratégico da REDE ECOS – Energia e Construção Sustentáveis.

Modificada pela última vez a quarta, 29 maio 2013 15:17
Mais nesta categoria: STIRLING FOCUS + STORAGE »